Somando Valores, Desenvolvendo Talentos

Você já ouviu falar em Wellness?

Aqui em nosso blog, você aprenderá um pouco sobre esse novo conceito de qualidade de vida…

O Wellness não é apenas um conceito na área da Educação Física, mas principalmente uma filosofia de vida que abrange sete dimensões: Corporal, Emocional, Ocupacional, Intelectual, Ambiental, Familiar e Espiritual.

O Wellness é a representação perfeita do equilíbrio humano, mas de maneira subjetiva. Cada ser humano percebe, sente, busca e alcança seu Wellness de forma diferente. Para uns, a perda de alguns quilos pode significar a sua busca de equilíbrio, para outros essa conquista poderá estar na melhoria da comunicação interpessoal. Porém ambas situações estão ligadas as demais dimensões do Wellness favorecendo ao equilíbrio desejado.

As dimensões do Wellness estão intimamente interligadas para a manutenção de um equilíbrio uniforme e constante. Para isso, cada dimensão deverá ser trabalhada na mesma proporção.

As Dimensões

O Wellness corporal ajuda determinar o longevidade e a qualidade de vida. Requer uma atividade física regular, alimentação balanceada e controle da saúde com avaliações nas mais variadas especialidades médicas conforme as necessidades.

O Wellness emocional inclui o amor-próprio, a auto-confiança e auto-controle favorecendo a obtenção e manutenção de relacionamentos e a habilidade de compartilhar sentimentos.

O Wellness ocupacional envolve investimentos na educação e desenvolvimento profissional buscando a satisfação, reconhecimento e enriquecimento pessoais.

O Wellness intelectual envolve a capacidade de pensar criticamente, é estar aberto a novas idéias, a criatividade, ao bom humor e a curiosidade.

O Wellness ambiental é o reconhecimento da importância da pessoa em relação ao mundo, a sua terra, ao seu espaço no sentido da preservação e manutenção desse espaço em prol da redução ou eliminação da degradação do meio ambiente onde vive.

O Wellness familiar enfatiza a interdependência família, amigos, parentes e comunidade, onde se busca a harmonia, boa comunicação pessoal e interpessoal.

O Wellness espiritual engloba valores e opiniões que venham a dar sentido ou finalidade à vida, ajudando a enfrentar momentos difíceis. Podendo ser desenvolvido em contato com a natureza, com a arte, com a meditação ou com atividades religiosas.

Prof. Gilberto Fernandes.

CREF1 – nº. 5931G/RJ.

O Wellness nas Organizações

 

O conceito de Wellness apresenta-se como uma filosofia de “bem-estar”, que tem como base o desejo de uma vida mais sã e serena, permitindo ultrapassar as “batalhas diárias”, fontes de preocupação de tudo o que nos rodeia, relembrando que a “chave da solução” para os problemas pode estar dentro de nós.

Qualidade de vida é um fator de excelência pessoal e organizacional que pode trazer inúmeros benefícios às pessoas e empresas, porém, é necessário saber implementá-la.

Não é uma novidade dizer que a prática de atividades de qualidade de vida, em qualquer ambiente, traz inúmeros benefícios para o bem-estar das pessoas e uma maior produtividade para as empresas. No entanto, ainda percebem-se dificuldades para conseguir com que as pessoas sensibilizem-se quanto à importância da adoção de hábitos de vida saudáveis e, nas empresas, a dificuldade é levar os funcionários à adoção dos princípios da qualidade de vida como uma filosofia de trabalho.

Qualidade de vida também caracteriza a percepção que a própria pessoa tem sobre o seu bem-estar, sendo este o parâmetro para avaliar a eficácia das ações dos programas de qualidade de vida.

Especialistas no assunto afirmam que em torno de 53% dos fatores que favorecem a longevidade saudável são determinados por hábitos, crenças e valores, ou seja, pelo estilo de vida das pessoas. Outros 20% seriam determinados pelas condições do meio ambiente, 17 % por fatores genéticos ou hereditários e 10% por fatores atribuídos à assistência médica. Essa estatística sustenta o fato de que uma das formas de alcançar um nível adequado de bem-estar é facilitando as escolhas de atitudes positivas perante situações adversas como um mecanismo para o enfrentamento do estresse do dia a dia.

Para que um programa de qualidade de vida seja bem sucedido, ele deve favorecer a criação de espaços de apoio à tomada de decisões das pessoas quanto à responsabilidade pessoal pela saúde e pela adoção estilos de vida que favoreçam o seu bem-estar, abordando temas de desenvolvimento de forma global, isto é, considerando os aspectos biológicos, psicológicos, sociais e espirituais do ser humano.

Fonte: Portal dos Administradores

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: