Somando Valores, Desenvolvendo Talentos

Puxa, que momento difícil! Você se lembra de quando era adolescente e precisou escolher uma profissão? Muitas vezes, escolhemos um curso, mas nem sempre tínhamos a certeza de que seria a profissão que teríamos para o resto da vida….e será que é possível ter uma profissão para o resto da vida??

Já estive em várias situações onde não só os adolescentes, mas muitas pessoas com anos de empresa percebem que não sabem para onde ir, o que fazer. Muitos se engajaram num curso universitário porque acreditaram que seria uma grande promessa para o futuro. Outros por influência da família, outros ainda porque o curso não os faria estudar matérias chatas das quais não gostavam. Parece estranho, mas não se assuste, pois essa é uma realidade muito mais presente do que se imagina.

Há aqueles que entraram numa empresa e foram ficando….e de repente, fazer um curso que tinha a ver com a área que atuava era uma boa opção, contudo, percebem no decorrer dos anos que não era exatamente o que gostavam ou queriam.

A escolha profissional é algo tão importante quanto escolher uma esposa ou marido, escolher ter ou não um filho, comprar uma casa, etc. Então, por que damos tão pouca importância para algo tão especial e empurramos nossos adolescentes para as centenas de cursos oferecidos, sem se preocupar se mais tarde ele estará feliz e realizado com o que faz? Será que é natural chegarmos aos 30 ou 40 anos insatisfeitos e infelizes? Será que o avanço da medicina e o aumento da expectativa de vida não nos mostram que a infelicidade traz a depressão ou doenças cada vez mais graves que estão ligadas ao emocional?

Talvez seja utopia minha, mas enfim, ainda acredito que um dia, todos terão o direito, como cidadãos a buscar e obter conhecimento mais aprofundado sobre tudo que nos cerca e assim será com nossas escolhas também.

O mais importante para aqueles que estão nessa fase de vida, é buscar sua própria essência. O que realmente te faz feliz. Cuidado com os pensamentos que vão rondar sua mente! Isso não dá dinheiro, esse curso é muito caro, isso é para rico… CUIDADO! O primeiro momento é apenas para que você se sinta livre para pensar, afinal é de graça e ninguém vai lhe obrigar a nada somente porque pensou em algo.

Depois de listar tudo o que realmente lhe faz feliz, comece a se perguntar se você se vê como profissional nessa área. Busque informações sobre os cursos que pode fazer, as universidades, oportunidades de bolsa, campo de trabalho e também condições salariais. De repente, você se surpreenderá ao perceber que é possível fazer o que gosta, ganhar dinheiro e ser feliz.

Ninguém saberá exatamente o que o faz feliz a não ser você mesmo, portanto, arregace as mangas e SEJA FELIZ!

 

Cristina Azzoni Pinheiro

Comentários a: "A hora de escolher uma profissão" (1)

  1. Muito bom o texto Cris!! Parabéns.

    Acabei de passar pras minhas sobrinhas, Stephanie e Anna Claudia, que estão nessa fase de escolhas!

    Valeu!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: